quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Bela Foto


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A história da tatuagem




A tatuagem é o resultado de um depósito de pigmentos coloridos (ou não) insolúveis na pele. Esses pigmentos formam um desenho e permanecem definitivamente na camada sub-cutânea. Esses pigmentos são introduzidos com o uso de agulhas especiais na segunda camada do tecido epitelial (pele), na região da derme. A tatuagem surgiu como forma de expressão da personalidade há mais de 3500 anos atrás. Além disso, ela era utilizada para distinguir indivíduos de uma mesma comunidade tribal, ou seja, dentro de uma união de pessoas com as mesmas características sociais e religiosas.  Outra forma de uso da tatuagem era para marcar os fatos da vida biológica, dentre eles o nascimento, a puberdade, a reprodução e a morte. Com o tempo ela passou a ser utilizada para relatar os fatos da vida social, como: transformar-se em guerreiro; tornar-se sacerdote; tornar-se rei; casar-se; celebrar a vida; identificar os prisioneiros; pedir proteção ao imponderável; garantir a vida do espírito durante e depois do corpo.



História da tatuagem no Brasil 

No Brasil, o percursor da tatuagem  moderna foi o dinamarquês chamado Knud Harald Lucky Gegersen.Ele ficou conhecido  pelo apelido de Mr. Tatoo. 
O dinamarquês chegou no país em 1959  e morou em Santos ,no litoral paulista .Manteve-se financeiramente  utilizando seu talento e suas técnicas pintor e desenhista profissional .

Cuidados antes de se fazer a tatuagem 

Cuidado na hora de escolher um desenho, legal é a pessoa fazer o que ela gosta não importa o quê.
Tatuagens que simbolizam bandas de música, nome de namorado(a) exige atenção maior porque você pode se arrepender.
Verifique se o local onde será feita a tatuagem tem uma boa higiene, o material deve ser completamente esterilizado.

Cuidados durante a tatuagem 
Não se mexa de jeito nenhum.
Fique calmo, assim o trabalho do tatuador irá fluir com mais facilidade.
Não tome drogas achando que aliviaram a dor, podem até prejudicar o resultado final.
Se você for se mexer, espirrar se coçar ou quiser mecher no nariz avise o tatuador antes.
Cuidados depois da tauagem
Tirar o curativo que o Tatuador fez só depois de no mínimo 6 horas.
Na hora de tomar banho lavar a tattoo com água morna e não esfregar.
Nos 10 primeiros dias, passar pomada Bepantol 3 vezes ao dia.
Colocar “Magipack” (plástico film) no local tatuado para dormir na primeira noite.
Não coçar, não arrancar a casquinha, tirando a casquinha você compromete o resultado da Tattoo.
Não tomar banho de mar, piscina, sauna ou Sol, não tomar banhos muito demorados e com água quente, isso nos primeiros 15 dias.
Não comer alimentos muito gordurosos tais como Feijoada, carne de porco e pimenta, porque em alguns casos eles atrapalham na cicatrização.
Depois do banho, muito cuidado na hora de secar a região da Tattoo, não esfregue o local, apenas encoste a toalha para absorver o excesso de água.
Não use roupas muito apertadas logo após ter feito a Tattoo, porque as fibras da roupa podem grudar na casquinha que se forma.
Isso tudo no período de 10 a 15 dias, até sua tattoo estar cicatrizada por inteiro.
Depois que sua tatuagem estiver cicatrizada você precisa tomar alguns cuidados também como passar protetor solar caso tome Sol na região onde foi feita a tattoo, tome cuidado também com cortes e arranhões no local onde foi feita a tattoo.

Curiosidades sobre a tatuagem 

Na língua inglesa, a palavra “tattoo” é uma das palavras que mais vezes se escreve de forma errada, sendo confundida com “tatoo” ou “tatto”.
Existem cerca de 100 cores diferentes no que toca à tinta para tatuagem.
O equipamento de tatuagem foi concebido com base no design da campainha de porta moderna.
Apenas 16% das pessoas com tatuagens arrependem-se de as terem feito e os top 3 motivos para esse arrependimento são: “era demasiado novo quando o fez”, “é demasiado permanente, sinto-me marcado para a vida”, “já não gosto da tatuagem”.
Remover uma tatuagem pode custar até três vezes mais o preço da tatuagem em si.
As mulheres são quem mais recorre à remoção de tatuagens.
20% das mulheres tatuadas têm uma tatuagem na zona lombar.
Os Taitianos acreditavam que tatuar o corpo era uma forma de conter o seu poder sagrado.
Lady Randolph Churchill, a mãe de Winston Churchill, tinha uma cobra tatuada no pulso – no final do século XIX e início do século XX as tatuagens eram muito populares junto dos aristocratas (homens e mulheres), que na altura eram os únicos que podiam suportar os elevados custos de fazer uma tatuagem.
O homem mais tatuado do mundo (detém o recorde Guinness desde 2006) chama-se Lucky Diamond Rich. Natural da Nova Zelândia, vive na Austrália e tem o corpo completamente coberto por tatuagens, incluindo as pálpebras, a zona entre os dedos dos pés, dentro das orelhas e até as gengivas. Centenas de tatuadores já trabalharam no seu corpo, durante mais de mil horas.
Em tempos de guerra, as tatuagens eram muitas vezes utilizadas para transmitir mensagens secretas.
Diz-se que, antigamente, utilizava-se urina para conseguir uma mistura mais homogénea das tintas de tatuagem.
Quem vive no Ocidente tem 20% mais probabilidade de ter uma tatuagem do que quem vive no Oriente.
Os democratas têm mais probabilidade de fazer uma tatuagem do que os republicanos.
76% das pessoas que querem uma tatuagem não a fazem porque não conseguem encontrar o desenho ideal; 10% afirma que não consegue encontrar um tatuador de confiança ou não tem dinheiro para fazer uma tatuagem.
Cerca de 32% das pessoas prefere tatuagens monocromáticas em vez de coloridas.
Em 1936, a prestigiada revista LIFE publicou que 10 milhões de americanos tinham, pelo menos, uma tatuagem.
O número de mulheres tatuadas quadruplicou entre 1960 e 1980.
Em 1991 foi descoberto, em Schnalstal na Itália, o corpo congelado de um homem com mais de 5 mil anos, que tinha 57 tatuagens. 
Um estudo de 2002 concluiu que 1 em cada 8 pessoas tinha, pelo menos, uma tatuagem.
Em 2003, um estudo da Harris Interactive revelou que 16% dos adultos tinha, pelo menos, uma tatuagem; 31% das pessoas tatuadas são homossexual, lésbica ou bissexual; 34% das pessoas tatuadas sentem-se mais sexy devido aos seus tattoos; 29% das pessoas tatuadas sentem-se mais rebeldes devido às suas tatuagens.
Um estudo da Pew Research Center revelou que, em 2005, 45 milhões de americanos tinham, pelo menos, uma tatuagem; 36% das pessoas com idades entre os 18 e os 35 anos tinha, pelo menos, uma tatuagem.
Nesse mesmo ano (2005), o American Academy of Dermatology concluiu que 24% da população americana tinha, pelo menos, uma tatuagem; 17% dessas pessoas já tinha contemplado remover essa tatuagem e 5% já tinham tapado essa tatuagem com outra.
Estima-se que, em 2006, 36% da população com idades compreendidas entre os 18 e os 29 anos tinha, pelo menos, uma tatuagem.
Em 2009, estima-se que 1 em cada 3 americanos tem, pelo menos, uma tatuagem.

domingo, 6 de janeiro de 2013

Quem sou eu?



meu corpo
é o palco onde dançam todas as sensações.
sou rei
mas apenas em meu reino.
sou calmo
mas apenas na extensão de minha compreensão.
sou mentiroso
mas apenas onde não sei falar a verdade.
sou rápido
mas apenas onde meus braços podem alcançar.
sou esforçado
mas apenas onde estou motivado.
sou engraçado
mas até onde as feridas não me fazem chorar.
sou feliz
mas até cansar de sorrir.
sou bondoso
só até eu não me sentir bobo.
sou corajoso
mas até onde meu inimigo não o é.
sou enfim humano
até onde 
DEUS me fez assim.......

Não Esqueça o Principal





Conta a lenda que certa mulher pobre, com uma criança no colo, passou diante de uma caverna e escutou uma voz misteriosa que lá dentro lhe dizia: "Entre e apanhe tudo o que você desejar, mas não se esqueça do principal. Lembre-se, porém, de uma coisa: Depois que você sair, a porta se fechará para sempre. Portanto, aproveite a oportunidade, mas não se esqueça do principal. A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas jóias, pôs a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no seu avental. A voz misteriosa falou novamente: "Você agora, só tem oito minutos." Esgotados os oito minutos, a mulher carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta se fechou. Lembrou-se, então, que a criança lá ficara e a porta estava fechada para sempre! A riqueza durou pouco e o desespero para sempre.


sábado, 5 de janeiro de 2013

História da pizza (Curiosidades )

Vou abrir espaço para falar  sobre a história da pizza ,cozinhar é uma forma de arte .

Há seis mil anos antes de Cristo, os egípcios desenvolveram a receita de uma massa, resultado da farinha e água, que serviu de base para a "nossa" massa de pizza. A receita egípcia percorreu diversas civilizações ao longo da história. Os gregos, por exemplo, resolveram misturar a farinha de trigo juntamente com o arroz e assar tal mistura em tijolos quentes. Os fenícios tiveram a ideia de adicionar cebolas e carnes por cima desta massa.




Os turcos muçulmanos adotaram o costume dos fenícios durante a Idade Média e, devido às cruzadas, a receita da "pizza dos fenícios".


No início de sua existência, somente as ervas regionais e o azeite de oliva eram os ingredientes típicos da pizza, comuns no cotidiano da região.

Entretanto, não podemos falar em pizza sem ressaltar a contribuição dos italianos.No começo, as pizzas eram destinadas  aos italianos pobres .Os italianos foram os que acrescentaram o tomate, descoberto na América e levado a Europa pelos conquistadores espanhóis. Porém, nessa época a pizza ainda não tinha a sua forma característica, redonda, como a conhecemos hoje, mas sim dobrada ao meio, feito um sanduíche ou um calzone.

A pizza redonda surgiu na cidade de Nápoles. Nessa época, já eram adicionados tomate, toucinho, peixes fritos e queijo. A fama da pizza se espalhou pelo mundo inteiro, o que resultou no surgimento da primeira pizzaria da história: Port'Alba, a qual foi ponto de encontro de vários artistas da época, fato que retirou definitivamente o estereótipo de “alimento dos pobres", quando, próximo do início do primeiro milênio, surge o termo "picea", na cidade de Nápoles, considerada o berço da pizza. "Picea", indicava um disco de massa assada com ingredientes por cima. Servida com ingredientes baratos, por ambulantes, a receita objetivava "matar a fome" principalmente da parte mais pobre da população. Normalmente a massa de pão recebia como sua cobertura toucinho, peixes fritos e queijo.

Chegou ao Brasil da mesma forma, por meio dos imigrantes italianos, e hoje pode ser encontrada facilmente na maioria das cidades brasileiras. Até os anos 1950, era muito mais comum ser encontrada em meio à colônia italiana, tornando-se logo em seguida parte da cultura deste país.
O Dia da Pizza é comemorado em 10 de julho desde 1985.














A Fábula da Convivência





Durante uma era glacial, muito remota, quando parte do globo terrestre esteve coberto por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos, por não se adaptarem às condições do clima hostil. Foi então que uma grande manada de porcos-espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a se unir, a juntar-se mais e mais. Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro.
E todos juntos, bem unidos, agasalhavam-se mutuamente, aqueciam-se,
enfrentando por mais tempo aquele inverno tenebroso.
 Porém, vida ingrata, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais calor, aquele calor vital,
questão de vida ou morte. E afastaram-se, feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se,
por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito...
Mas, essa não foi a melhor solução: afastados, separados, logo começaram a morrer congelados. Os que não morreram voltaram a se aproximar pouco a pouco,
com jeito, com precauções, de tal forma que, unidos, cada qual conservava uma
certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem ferir,
para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos.
Assim suportaram-se, resistindo à longa era glacial. Sobreviveram.
 

É fácil trocar as palavras... difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado.... difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto... difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos... difícil é reter seu calor!
É fácil sentir o amor... difícil é conter a sua torrente!






sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

A Escola dos Bichos






Era uma vez um grupo de animais que quis fazer alguma coisa para resolver os problemas do mundo. Para isto, eles organizaram uma escola. A escola dos bichos estabeleceu um currículo de matérias que incluía correr, subir em árvores, em montanhas, nadar e voar. Para facilitar as coisas, ficou decidido que todos os animais fariam todas as matérias. O pato se deu muito bem em natação;até melhor que o professor! Mas quase não passou de ano na aula de vôo, e estava indo muito mal na de corrida. Por causa de suas deficiências, ele precisou deixar um pouco de lado a natação e ter aulas extras de corrida. Isto fez com que seus pés de pato ficassem muito doloridos, e o pato já não era mais tão bom nadador como antes. Mas estava passando de ano, e este aspecto de sua formação não estava preocupando a ninguém - exceto, claro, ao pato. O coelho era de longe o melhor corredor, no princípio, mas começou a ter tremores nas pernas de tanto tentar aprender natação. O esquilo era excelente em subida de árvore, mas enfrentava problemas constantes na aula de vôo, porque o professor insistia que ele precisava decolar do solo, e não de cima de um galho alto. Com tanto esforço, ele tinha câimbras constantes, e foi apenas "regular" em alpinismo, e fraco em corrida. A águia insistia em causar problemas, por mais que a punissem por desrespeito à autoridade. Nas provas de subida de árvore era invencível, mas insistia sempre em chegar lá da sua maneira... Na natação deixou muito a desejar....
Cada criatura tem capacidades e habilidades próprias, coisas que faz naturalmente bem.
Mas quando alguém o força a ocupar uma posição que não lhe serve,
o sentimento de frustração e até culpa, provoca mediocridade e derrota total.
Um esquilo é um esquilo; nada mais do um esquilo. Se insistirmos em afastá-lo daquilo que ele faz bem, ou seja, subir em árvores, para que ele seja um bom nadador ou um bom corredor, o esquilo vai se sentir um incapaz. A águia faz uma bela figura no céu, mas é ridícula numa corrida a pé. No chão, o coelho ganha sempre. A não ser, é claro, que a águia esteja com fome! O que dizemos das criaturas da floresta vale para qualquer pessoa. Deus não nos fez iguais. Ele nunca quis que fôssemos iguais. Foi Ele quem planejou e projetou as nossas diferenças, nossas capacidades especiais! Descubra seus dons naturais...

Pequena Reflexão









Sem maiores preocupações com o vestir, o médico conversava descontraído com o enfermeiro e o motorista da ambulância, quando uma senhora elegante chega e de forma ríspida, pergunta:
- Vocês sabem onde está o médico do hospital?
Com tranquilidade o médico respondeu:
- Boa tarde, senhora! Em que posso ser útil?
Ríspida, retorquiu:
Será que o senhor é surdo? Não ouviu que estou procurando pelo médico?
Mantendo-se calmo, contestou:
- Boa tarde, senhora! O médico sou eu, em que posso ajudá-la ?
- Como? O senhor? Com essa roupa?!?!...
- Ah, Senhora! Desculpe-me! Pensei que a senhora estivesse procurando um médico e não uma vestimenta...
- Oh! Desculpe doutor! Boa tarde! É que... Vestido assim, o senhor nem parece um médico.
Veja bem as coisas como são...- disse o médico - as vestes parecem não dizer muitas coisas, pois quando a vi chegando, tão bem vestida, tão elegante, pensei que a senhora fosse sorrir educadamente para todos e depois daria um simpaticíssimo "boa tarde!"; como se vê, as roupas nem sempre dizem muito...

Moral da História:
UM DOS MAIS BELOS TRAJES DA ALMA É A GENTILEZA.